terça-feira, 26 de outubro de 2010

meu amor =x







Digamos que eu devo confessar que há alguns anos atrás, ousaram me apresentar um amor tão verdadeiro, mas tão verdadeiro que eu não imagino como viver sem ele.
Este amor chama pelo nome de: amor próprio.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O tempo

O vento toca o meu rosto
me lembrando que o tempo vai com ele
levando em suas asas os meus dias,
desta vida passageira
minhas certezas, meus conceitos,
minhas virtudes, meus defeitos
nada pode detê-lo...
...o tempo se vai
mas algo sempre eu guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei
os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar...
...nos Teus braços não importa o tempo
só existe o momento de sonhar
e o medo que está sempre à porta
quando estou com Você
Ele não pode entrar...
...o tempo se vai
mas algo sempre guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei
os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar ...

terça-feira, 28 de setembro de 2010

=x

" Nossas vidas começam a terminar no dia em que
ficamos calados sobre coisas que importam."
Martin Luther King

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

tudo claro agora'

Dizem que a verdade não importa, e sim o que cada um quer ver. Algumas pessoas precisam dar um passo atrás para descobrirem tudo a sua volta, outras precisam ver que suas mentiras podem traí-las! Algumas, precisam enxergar que tinham tudo o tempo todo, e finalmente há aquelas pessoas que precisam fugir de tudo para não olhar a si mesmas. E quanto a mim, vejo tudo mais claro agora."

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

'

Eu não tenho do que reclamar ... fui eu quem decidi tentar . Quebrar a cara fazia parte !
Não importa ;/  vou sempre tentar encontrar o caminho certo ... vou colando os pedaços no meio do caminho ^^
Afinal ... Quem perdeu com isso tudo ???

xoxo ¬¬

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

" ainda temos estradas ..."

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Brincar com os SENTIMENTOS de alguém , não é justo !!! é crueldade ; /
Ainda tenho me mim um sentimento bom ... Isso você não conseguirá apagar .
Eu tenho , coragem e não tenho medo de perder tudo o que consegui falando a verdade
Deus em sua infinita sabedoria , é justo e sabe recompensar um ato generoso .


x/   xoxo

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Alento

Quando nada mais houver,
eu me erguerei cantando,
saudando a vida
com meu corpo de cavalo jovem.
E numa louca corrida
entregarei meu ser ao ser do Tempo
e a minha voz à doce voz do vento.
Despojado do que já não há
solto no vazio do que ainda não veio,
minha boca cantará
cantos de alívio pelo que se foi,
cantos de espera pelo que há de vir.
 

( Extraído do livro Caio Fernando Abreu-  Caio 3D, O Essencial da Década de 1970, p.144)

 O tempo tem sido meu inimigO ^^  
xoxo ^^

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

esperando a primavera chegar ¬¬

"Se o inverno chega, pode a primavera estar muito longe? Não importa o quanto o inverno seja longo e rigoroso, a primavera sempre chega. Essa é a lei do Universo e da vida. Isso Também se aplica a nossa própria vida. Se temos de enfrentar um inverno interminável, não podemos perder a esperança. Enquanto tivermos esperança, a primavera chegará sem falha."

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

...

" Chorei três horas, depois dormi dois dias.Parece incrível ainda estar vivo quando já não se acredita em mais nada. Olhar, quando já não se acredita no que se vê. E não sentir dor nem medo porque atingiram seu limite. E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher como quiser ou deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total." Caio F. Abreu

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Ciclos ;

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és...
E lembra-te: Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.
 
Fernando Pessoa *_*

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

não consigo entender ¬¬'

¬¬'
As vezes me pergunto: porque os homens são tão confusos!?

Estava eu na universidade, quando um cara me chamou , ele queria me conhecer ! Eu , como boa observadora , notei logo uma ENORME aliança na sua mão ... Ele é casado ! Colocou a mão no bolso , e começou a tentar me paquerar, logo depois ele colocou as mãos pra traz , disfarçadamente, e tirou a aliança... Ele pensou que a tonta aqui não tinha visto e nem se quer ia notar tal gesto. O fato é que eu notei e perguntei pra ele a idade dele .
Ele respondeu: 23
Eu: Nossa! Tão novo ... e já é casado!
O Homem ficou BRANCO/ AMARELO / de toda cor .
O fato é que isso me fez pensar em como atitudes como essas são crueis ...
Isso é tão contraditório... Por diversas vezes isso acontece ...
Homens que são fofos, dizem te amar , fazem todas as suas vontades , e quando sai de casa , tira a aliança pra colocar tudo a perder , isso por um desejo imaturo.
O que eles querem afinal ? Querem respeito das mulheres , querem que elas sejam tudo pra eles , que a tratem com carinho , e na verdade não fazem nenhum esforço pra que isso seja bom pra os dois.


Isso é tenso ... =~~

Desabafo =x

escrito aqui minha eterna Revolta ;/
by Larissa Melo
Você disse que ela tinha te machucado, te traido , que tinha perdido o respeito , que estava certo no que você queria , disse que queria a mim, que não sentia mais nada por ela além de pena e carinho pelo o que ja passaram juntos. De repente você ta com ela de novo !!! Isso é confuso ...

terça-feira, 3 de agosto de 2010

é de pirar ^^

Quantas oportunidades já me foram dadas? E quantas palavras por mim foram lançadas? Quantos sorrisos, e quantas lágrimas? Quantas piadas, quantas lástimas? Fato é que erro, e jamais poderei deixar de errar. Outro fato é que vivo, e jamais poderei deixar de tentar acertar. Se penso que tudo ao meu redor é apenas falsidade, logo me lembro que pode haver reciprocidade. Se acharem isso de mim, como convencê-los de que não é verdade? Eu, Danielle, não co-existo com leviandade. Então me levanto, diariamente, e vou pra labuta. Afinal, que graça tem conquistar coisas se não há luta? Tento realizar minhas tarefas perfeitamente. Alguém me ensina que é normal errar frequentemente? Sim, saber eu já sei, resta com a ideia me acostumar. A cada nova tarefa, é preciso me lembrar. Muitas coisas ainda preciso e irei fazer. Para dar um pouco de graça, recordar é sim viver! Porém, se tento fazer rimas em um ataque de inspiração, logo irão me recordar: Larissa também é piração!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

" Eu não me preocupo tanto com o que acham de mim. Quem geralmente acha, não achou, nem sabe ver a beleza dos meus avessos, que nem sempre eu revelo. O que me salva não é o que os outros andam achando de mim, mas o que Deus sabe a meu respeito. Eu só dou valor às palavras e pensamentos produtivos, construtivos, normalmente vindos de pessoas que me amam verdadeiramente."

linha final



Venha agora, ganhe a corrida, passe todo o resto pra trás, é você quem eu continuo eternamente esperando na linha final.

domingo, 25 de julho de 2010

um dia um sábio me disse ...


Quando a última coisa que você tiver for Deus, você vai descobrir que Ele era a única coisa que você precisava ter!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

só você .

Obrigada senhor , por mais um dia . Peço-lhe que amanhã eu consiga ser forte pra enfrentar toda essa minha jornada . Em ti eu confio . =D
Nesses ultimos dias tive a confirmação de três ditos populares :

 
Quem desdenha quer comprar.
Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
Não há marcas que o tempo não apague.


quarta-feira, 21 de julho de 2010

cartas o/



Vasculhando nas memórias algum assunto, encontrei a carta que eu rabisquei na capa de um livro: “pra você”, era o destinatário. Não sei por que não mandei, talvez não quisesse passar a limpo o passado. Em letras garrafais eu te dizia: “acertei o caminho não porque segui as setas, mas porque desrespeitei todas as placas de aviso”. E achei curioso eu usar essa metáfora sem nem ao certo saber o que queria te dizer com isto.E depois de repousadas aquelas palavras eu percebi quanta coisa eu escrevi pra você, querendo dizer pra mim. Porque eu jamais chegaria aonde cheguei se só andasse em linha reta. Tive que voltar atrás, andar em círculos, perder dias, perder o rumo, perder a paciência e me exaurir em tentativas aparentemente inúteis pra encontrar um quase endereço, uma provável ponte: a entrada do encontro. Você tão ocupado com seus mapas, tão equipado com sua bússola, demorou tanto, fez sinais de fumaça e não veio. Você simplesmente não veio. Mas me ensinou a intuir caminhos certos, a confiar nos passos, a desconfiar dos atalhos. Porque eu estava do outro lado e só. Sem amparo. Mas caminhava. E você estava absolutamente equipado com seu peso. E impedido de andar por seus medos.


sábado, 17 de julho de 2010

corrente da vida




“Então eu te disse que o que me doíam essas esperas, esses chamados que não vinham e quando vinham sempre e nunca traziam nem a palavra e às vezes nem a pessoa exatas. E que eu me recriminava por estar sempre esperando que nada fosse como eu esperava, ainda que soubesse.”
Caio F.
=D 

Sabe o que é cômico? Pensar que temos controle sobre a nossas vidas, enquanto está tudo mudando o tempo todo e somos afetados por outros fatores, pessoas e circunstâncias, e lá vamos nós, levados pela correnteza do rio, que não para de correr
Mas aí, um dia, o rio se revolta e avisa: hoje não vou correrE ele simplesmente não sai do lugar.
Mais engraçado ainda é que isso acontece, normalmente, quando a gente deseja muito seguir, descer rio abaixo ou ser levado pelas correntes marítimas, mas a água resolve descansar e não nos resta nada, a não ser esperar.
Se não partir de você a iniciativa de esperar o tempo certo de tudo acontecer, a vida se encarrega disso, e te faz parar de qualquer jeito.

O passado é um velho baú
Que guarda nossos segredos
Nossos momentos, nossa história
O presente é agora, é o ar
Que dá vida a gente
É sorriso, é amor
É a saudade, é a dor
E o futuro?
É escuro, está do outro lado
Nele não se sabe o que está guardado.



=x

quarta-feira, 14 de julho de 2010

vibe positiva ¬¬

São 02:30 da manhã e eu não consigo dormir ... Ja olhei todas as minhas contas na internet , ja li um pouco , ja estudei, ja joguei baralho com Rayssa ... Eu simplismente não tenho sono ... Amanhã tenho que acordar cedo e estudar mais pra minha prova na sexta ... =D Tudo bem !!! Tudo Passa ...
Peguei uns Cds aqui , vou ouvir algumas músicas que fazem história na minha vida, pensar um pouco na minha trajetória , sobre o que fiz, o que tenho feito e o que penso em fazer ... Sonhos meus ... rsrsrs ...Tô tentando resgatar algumas coisas do passado que me faziam bem e eu deixei de cultiva-las nem se porque ... tô sentindo uma paz ... vibração positiva ! ¬¬   A música que ta tocando agora : Luz dos olhos - Cássia Eller (hahaha / nem comento!) , Música LINDA !
vou deitar, apagar a luz , conversar um pouco com o cara la de CIMA  e depois ouvir músicas tentando dormir ... =D  pode deixar , você sempre vai estar nas minha orações
Boa noite !
xoxo ¬¬


" A melhor coisa do mundo é a certeza de que você é amado , ou MELHOR, certeza de que é amado APESAR daquilo que você é ."   


Ao finalizar o dia de ontem, eu pude constatar que tudo, absolutamente tudo, tem um limite. Por diversas vezes, eu optei por adiar uma situação- embora tivesse a certeza que mais lá na frente: eu deveria solucionar- Até por não dispor de mais tempo, nem tampouco recursos para continuar adiando esta decisão.
Chegou o dia em que o meu corpo não aguentou mai e pediu socorro, literalmente. Um cansaço que me dominou e que me fez reagir da pior maneira: Com muitas dores e total indisposição. Talvez seja a hora de me desfazer da imagem de " fortaleza" e deixar que me vejam como um ser humano normal, que sente dor e possui suas limitações.
Peço permissão para tal, ok?



" A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não merece..."
(Clarice Lispector)

segunda-feira, 12 de julho de 2010

a duvida corrói, a verdade dói, e a mentira te destrói, mas o caminho é lento, tudo tem volta, ainda é só o começo, pra bater com a cara no chão é preciso se jogar e se não doer bastante na primeira, cair no chão se torna rotina; Para tudo se tem uma chance e duas alternativas, de uma escolhida o que resta é segurar a conseqüência.


 Extraido do fotolog de Caíla 



Já é tarde, ou quase dia, sinceramente não sei! Perdida cá estou em meio às alucinações que restaram daquele meu funesto término... Parece ópio. Quase um dilúvio onde as águas inundaram este meu ser que há tempos esperava por algo que mudasse a triste realidade, e por mais pavoroso que tenha sido o gelo daquela tormenta, existia ali algo que aquecia a minha mente entediada que oscilava entre o ócio e o criativo!
Poesia? Lembranças de solidão, sufocantes lágrimas nas madrugadas, e não havia nada e nem ninguém para apreciar a minha dor naquela noite insana, somente minha paciência soube escutar aquilo que há muito gritava ao universo, ela me consolou muito mais do que um porre destrutivo com os amigos, estes hipócritas que tantas vezes me derrubaram por puro e simples hedonismo... Eles existem? Nada além de mim existe...Tudo ao meu redor é a grande ilusão maquiada e bem vestida... Sempre quiseram me impor limites morais para aquilo que nunca entendi, pessoas, família, amor ...Não faço questão de compreendê-los. Somente quero viver explosivamente. Isso eu quero que entendam.

domingo, 11 de julho de 2010

" Falam de tudo. Da moral, do comportamento, dos sentimentos, das reações, dos medos, das imperfeições, dos erros, das criancices, ranzinzisses, chatices, mesmices, grandezas, feitos, espantos. Sobretudo falam do comportamento e falam porque supõem saber. Mas não sabem, porque jamais foram capazes de sentir como o outro sente. Se sentissem não falariam."
Nelson Rodrigues


Obs : as pessoas geralmente agem assim ... Falam e fazem o que querem, por não serem capazes de se colocar no lugar do outro. Pimenta no olho do outro é refresco =/


I can't take it any longer...

sábado, 10 de julho de 2010

Eterna roda GIGANTE

Aqui estou eu. Uma verdadeira roda gigante de emoções. Tudo muito misturado. E nada muito definido. Tudo fora do lugar. Inclusive, minhas ideias. Quem sobrevive melhor? Aquele que melhor se adapta a esta circunstância. A vida é assim... uma eterna roda gigante, nunca se sabe quem vai estar por cima ... ^^

Você quiz que as coisas fossem assim desde o começo . Seu pedido é uma ordem !

quinta-feira, 8 de julho de 2010

E eu digo
Calma alma minha
Calminha!
Ainda não é hora
De partir...

terça-feira, 6 de julho de 2010

=x

Tive um sonho bom ontem ... Sonhei que acordava assustada e ainda tinha o seu braço para me apoiar ... Acordei e começei a ouvir uma música que me acompanhou durante muito tempo : Vento no Litoral- Legião Urbana. Talves tivesse de ser assim desde o começo, eu te observando de longe, e  daqui a algum tempo sem que você mesmo perceba eu te observe por alguns instantes e me sinta feliz por isso ...

¬¬

domingo, 4 de julho de 2010

Sacanagem =/




É assim mesmo que vocês querubins do amor agem? Nos dão as mais belas palavras ditas na boca daquele príncipe que a tanto esperamos, o mais saboroso beijo deste mesmo ser, as mais lindas noites de primavera aos braços de quem nos faz flutuar... Para depois simplesmente arranca-lo de nossa vista sem ao menos um vestígio deixar, uma palavra, um abraço de despedida?! Quanta injustiça senhores querubins! Olhem para mim e vejam do que é feito este corpo e alma que agora vos fala, percebe? São olhos lacrimejantes, mãos frias e boca seca, como todo o resto da aura que ainda insiste em se fazer presente.


Eu queria algo que pudesse curar isto que sinto. Não há doença pior no mundo que a da alma, os seus sintomas têm como aspecto principal a amargura e não existe magia que amenize ela. Talvez o único remédio seria o doce, porém venenoso, sabor daquele corpo que há tanto não toco e vejo, corpo aquele que agora passeia nas mãos de outras inspirações provavelmente não tão apaixonadas e amantes como as minhas, mas que a ele proporciona o prazer que necessita, fazendo assim passar as horas, dias, meses, anos... Não gosto de pensar na superficialidade que molesta essas horas, dias e meses, às vezes me entristece guardar tanto amor e não poder dedica-lo ao homem que certamente nem ao menos lembra deste coração petulante que ainda suspira com a lembrança daqueles olhos... Porque querubins, porquê ? Vocês estão me escutando?

sábado, 3 de julho de 2010

E mais uma vez, eu tenho razão. =/

Eu adoro observar situações e pessoas, tentar entender o que há por trás de palavras e ações. Dizem que eu sou uma boa leitora, que eu vejo aquilo que as pessoas mais querem esconder. Essa semana não foi diferente. Aconteceram situações que me provaram coisas que eu havia notado há algum tempo. Não há julgamento da minha parte. Alias, é engraçado porque normalmente são pessoas que a princípio eu gosto, mas ai começo a observar o comportamento delas e vejo que a impressão inicial não bate com as atitudes posteriores. Mas a melhor parte, foi que não precisei abrir minha boca, as coisas foram acontecendo e se desenrolando de uma maneira que todo mundo percebeu o que eu havia percebido há algum tempo. Eu não precisei falar nada, sequer esboçar nenhum gesto. Eu deixei as coisas acontecerem, porque simplesmente a verdade sempre vem à tona.
♪ Oh yeah, I'm much smarter now...

quinta-feira, 1 de julho de 2010





As tragédias acontecem.
O que vai fazer?
Desistir?
Abandonar?
Não.
Agora entendo que quando você se magoa,
Precisa lutar para garantir que continue vivo.
Porque você está vivo.
E a dor que você sente… É a vida.
A confusão e o medo?
São para lembrar que em algum lugar existe algo melhor.
E que vale a pena lutar por isso.”

Série One Tree Hill 

De quanto tempo eu preciso pra poder abraçar alguem em público e chamar de amigo? quantos minutos seriam o suficiente pra se desabafar sem que as pessoas sejam maliciosas e vejam oque não faz sentido algum? as palavras hoje soam mais como crítica, meu pulso é onde guardo as lembranças de pessoas que um dia fizeram algum sentido pra mim, mas a cicatriz continua aqui, isso não é de todo ruim, me faz bem saber que um dia sorri pras pessoas e elas retribuiram, concerteza um sorriso sempre me conquista, mais um desvio de olhar por desconfiança me corta ao meio...

terça-feira, 29 de junho de 2010

Quem me dará um ombro amigo
quando eu precisar ?
E se eu cair, se eu vacilar,
quem vai me levantar ?

Quem é que vai me acolher,
na minha indecisão?
Se eu me perder pelo caminho
quem me dará a mão?



[Anjos de Resgate]

segunda-feira, 28 de junho de 2010

recomeço =x



" Estava precisando fazer uma faxina em mim. Jogar fora alguns pensamentos indesejados, lavar alguns tesouros enferrujados. Tirei do fundo das gavetas lembranças que não uso e não quero mais. Joguei fora alguns sonhos, algumas ilusões. Papéis de presente que nunca usei, sorrisos que nunca dei, a raiva e o rancor das flores murchas que estavam dentro de um livro que nunca li. Olhei para os meus sorrisos futuros e minhas alegrias pretendidas e coloquei tudo num cantinho, bem arrumadinhos.Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão: paixões escondidas; desejos reprimidos; palavras que não queria ter dito; e lembranças de dias tristes. Mas também lá havia coisas lindas. Fui me encantando e distraindo. Com cada uma daquelas lembranças. Aí, fui naquele cantinho, naquela gaveta que a gente guarda tudo o que é mais importante: o amor, a alegria, os sorrisos, um dedinho de fé para os momentos que mais precisamos. Como foi bom relembrar tudo aquilo. Recolhi com carinho o amor encontrado, dobrei direitinho os desejos, coloquei perfume na esperança, passei um paninho na prateleira das minhas metas, Deixei-as à mostra, para não perdê-las de vista. Coloquei nas prateleiras de baixo algumas lembranças da infância, na gaveta de cima as da minha juventude e, pendurado bem à minha frente, coloquei a minha capacidade de amar... E principalmente a de RECOMEÇAR."

sábado, 26 de junho de 2010

Amanhã será um novo dia . ;~~~~


Estas expressões não traduzem exatamente o que sinto porque sem dúvida nada pode traduzir exatamente o que alguém sente. Mas de algum modo tento dar a impressão do que sinto, mistura de várias espécies de eu e da rua alheia, que, porque a vejo, também, de um modo íntimo que não sei analisar, me pertence, faz parte de mim.

[Fernando Pessoa, em "Livro do Desassossego"]

devo confessar :


você me faz falta ...


O querer é um veneno lento e prazeroso, cujo principio ativo é um objeto de desejo, este que por sua vez quase sempre não corresponde ao tal cortejo, porém é indecente se fazendo sedutor, alimentando a falsa ilusão de existir. Seria o querer uma cobra? De qualquer forma eu preciso continuar nesta saga.
Eu quero viver pela paixão infinitamente intensa... Quero saltar e dançar pelas ruas, reverenciar o mundo, aos bêbados imundos brindar saúde, cantar com os pássaros nas manhãs de primavera.
Quero sempre suspirar no acalento de meus sonhos, continuamente abrindo as inimagináveis portas de minhas construções jamais apreciadas pelos olhos ditos normais... O meu mundo é irreal, inatingível, cego... Vazio? Não. Você não entenderá!
Isto tudo é só porque eu não quero mais ter coerência, quero mesmo é alcançar a displicência, para então conjugar com menos dor um antigo verbo conhecido como “amor”... Ora! Se os sentimentos não têm nexo, porque eu devo ter? Sou o próprio sentimento! Pavoroso demais para compreender. Eu vou rolar sobre o chão deste caos ao qual esta mente doentia se entregou... Confusa alma tardia que desperta agora sem o menor interesse de expressar o nada que em si existe.
É engraçado e inútil consumir estas toscas palavras sem rumo, elas não chegarão a lugar algum, mas, já que comecei vou terminar...
Tudo que quero é unicamente deixar em registro uma das minhas mais perversas aspirações:
- Ser assim sempre, eu!
Com a calma e a serenidade obtidas na loucura, aos passos largos, altos e baixos, a caminho, enfim, da eterna expansão!
(...) Convenço-me em não sentir “quase” nada, ao dizer - Au revoir!

quarta-feira, 23 de junho de 2010


Lindas eram as noites, reluzentes, quando o amor estava aqui e me consumia, meu sorriso era sincero, sentia sangue correr em meu corpo, este era vivo e gritava felicidade.

Hoje nada ficou além da dúvida de que se tudo foi verdade ou não!

Agora as noites são escuras e secas, o sorriso é falso e gélido assim como toda a alma, não existe mais esperança nem quimera, a realidade densa do descaso é cruel, sinto-me corroída pelo o orgulho do desprezo e da solidão, fico em silêncio já que ninguém pode dizer nada...

Meu espírito necessita gritar o que há tanto tempo está sufocado dentro da angústia deste peito inerte... Minha saudade, minha vontade, minha dor... Às vezes se torna insuportável conviver com isso, a covardia me faz sofrer calada para não expressar a acidez da ausência e dos minutos desses dias sem nexo.

Agonia agora é minha companhia, caótica como só ela sabe ser, me faz ter um pouco de inspiração nas linhas sem fim do livro de minha vida.

(...)


Se alguém no universo puder me escutar nesta noite de desespero, quero desabafar dizendo que não sou tão forte quanto pareço ser, nem tão feliz como tento demonstrar...
A hora certa é uma infinita incógnita e meus braços já não conseguem alcançar o tempo, me perdi dele e agora estamos muito longe um do outro... Que tempo é este tão distante? Eu o desconheço e não sei se ainda respiro naturalmente, pois tudo nessas horas parece tão artificial.
Entretanto ainda vivo!
Mas quero dormir e não sonhar mais...
Quero não pensar...
Quero perder a memória...
Quero anestesia...
Não posso mentir para o que é verdadeiro!
É simples, só quero dizer que o que foi feito para ser eterno, não terá como ser esquecido!
Talvez eu não esteja tão lúcida, logo tentarei adormecer novamente, amanhã tudo será como deve ser e espero poder suportar mais um dia onde o amor continuará em cárcere na lembrança daquele olhar!





Há tanta coisa na minha vida que não posso controlar, mas outras coisas então, sim, sob minha jurisdição. Existem determinados bilhetes de loteria que posso comprar, aumentando, assim, minhas chances de encontrar satisfação. Posso decidir como gasto meu tempo, com quem interajo, com quem compartilho meu corpo, minha vida, meu dinheiro e minha energia. Posso decidir o que como, o que leio e o que estudo. Posso escolher como vou encarar as circunstâncias desafortunadas da minha vida – se as verei como maldições ou como oportunidades (e, quando não tiver forças para adotar o ponto de vista mais otimista, porque estou sentindo pena demais de mim mesma, posso decidir continuar tentando mudar minha atitude). Posso escolher minhas palavras e o tom de voz com que falo com os outros. E, acima de tudo, posso escolher meus pensamentos.


Essa foi a do dia : " Tenho tentado aprender a ser humilde. A engolir o nãos que a vida te enfia goela abaixo. A lamber o chão dos palácios. A me sentir desprezado-como-um-cão, e tudo bem, acordar, escovar os dentes, tomar café e continuar."
Caio Fernando Abreu