sexta-feira, 30 de abril de 2010

borboleta


"... Então a borboleta abre lentamente suas asas sobre a folha —e sai a borboletear feito uma doidinha levíssima e alegríssima. Sua vida é breve, mas intensa.”
(Clarice Lispector)

Nenhum comentário:

Postar um comentário