sexta-feira, 30 de julho de 2010

" Eu não me preocupo tanto com o que acham de mim. Quem geralmente acha, não achou, nem sabe ver a beleza dos meus avessos, que nem sempre eu revelo. O que me salva não é o que os outros andam achando de mim, mas o que Deus sabe a meu respeito. Eu só dou valor às palavras e pensamentos produtivos, construtivos, normalmente vindos de pessoas que me amam verdadeiramente."

2 comentários:

  1. Gostei! E que o irrelevante seja sempre levado pra bem longe ou usado pra divertimento!!!
    :)

    ResponderExcluir