terça-feira, 3 de agosto de 2010

é de pirar ^^

Quantas oportunidades já me foram dadas? E quantas palavras por mim foram lançadas? Quantos sorrisos, e quantas lágrimas? Quantas piadas, quantas lástimas? Fato é que erro, e jamais poderei deixar de errar. Outro fato é que vivo, e jamais poderei deixar de tentar acertar. Se penso que tudo ao meu redor é apenas falsidade, logo me lembro que pode haver reciprocidade. Se acharem isso de mim, como convencê-los de que não é verdade? Eu, Danielle, não co-existo com leviandade. Então me levanto, diariamente, e vou pra labuta. Afinal, que graça tem conquistar coisas se não há luta? Tento realizar minhas tarefas perfeitamente. Alguém me ensina que é normal errar frequentemente? Sim, saber eu já sei, resta com a ideia me acostumar. A cada nova tarefa, é preciso me lembrar. Muitas coisas ainda preciso e irei fazer. Para dar um pouco de graça, recordar é sim viver! Porém, se tento fazer rimas em um ataque de inspiração, logo irão me recordar: Larissa também é piração!

3 comentários:

  1. Adorei seu post, jeito espontaneo de escrever!

    seguindo você ;**

    ResponderExcluir
  2. Vou concorda com a Karine, tu tem um jeito muito legal de escrever!
    É livre, natural.!
    E concordando com teu post, nessa vida ainda iremos passar por muitas coisas, existem vários momentos ainda em nossa vida!
    Estou te seguindo flor e ficarei feliz se me fizer uma visita:)

    ResponderExcluir
  3. Seguires as meninas.Gostei do teu jeito de escrever.Adoro rimas.Estou seguindo você. =)

    beijo

    ResponderExcluir